DICAS DE ECONOMIA

ELEVADORES:

Faça programação de elevadores. Nos horários de menor movimento, desligue alternadamente um dos elevadores – por exemplo: em domingos e feriados das 22h às 6h.

ILUMINAÇÃO:

Instale sensores de presença. Troque as lâmpadas incandescentes por fluorescentes ou de LED. Em locais onde a luz fica acesa por períodos longos, como elevadores e hall social dos prédios, a melhor opção é a lâmpada LED, pois quanto mais tempo ligada maior é a economia de energia e manutenção do que se as lâmpadas forem acesas e apagadas frequentemente.

ÁGUA:

Instalação de hidrômetros individuais é indicada, pois incentiva a economia de água do prédio como um todo e pode representar uma economia de 20% na conta de água do prédio.

MANUTENÇÕES PREVENTIVAS:

Todo prédio deve ter em sua agenda de obrigações as manutenções preventivas que são bem mais baratas que as obras de reparação. Dentre essas manutenções estão a verificação do para-raio, bomba de água, elevadores, impermeabilização, verificação de vazamentos. Tudo isso evita obras de grande porte e, consequentemente, grande custo.

COMBATA A INADIMPLÊNCIA:

O condomínio deve evitar que inadimplentes se tornem crônicos. Isso acontece quando não pagam cinco cotas ou mais. A primeira recomendação é procurar o inadimplente para tentar fazer um acordo amigável dentro das regras do condomínio. A partir da terceira cota em atraso, recomenda-se entrar com processo judicial de cobrança.